Violencia sexual domesticaum estudo sobre o comportamento das mães desde uma perspectiva ecológica

  1. Corrêa Silva, Francleia
Supervised by:
  1. Carmen Monreal-Gimeno Director
  2. Gonzalo Musitu Ochoa Co-director

Defence university: Universidad Pablo de Olavide

Fecha de defensa: 20 January 2016

Committee:
  1. Juan Herrero Olaizola Chair
  2. Maria Dolores Perez Bernal Secretary
  3. Amparo Osca Segovia Committee member

Type: Thesis

Teseo: 396888 DIALNET lock_openRIO editor

Abstract

Nesta pesquisa, trabalhou-se com o conceito construído a partir da revisão bibliográfica e do trabalho desenvolvido pela pesquisadora, apontando que a violência sexual doméstica contra crianças e adolescentes ou mais especificamente, o abuso sexual incestuoso é também construído sob a perspectiva de gênero. Assim, na presente pesquisa, tivemos como objetivo investigar o comportamento de mães, cujas filhas tenham sido vítimas de violência sexual doméstica, desde uma perspectiva ecológica, estudando a relação existente entre a história de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual doméstica, e a história de suas mães vítimas da mesma violência. Como objetivos secundários estudamos em que medida o comportamento destas mães auxiliam na manutenção do ciclo do abuso; analisar a relação entre o comportamento e a história de abuso sexual anterior sofrido pela mãe e as relações de gênero presentes na violência. O método de análise utilizado foi a Abordagem Ecológica do Desenvolvimento Humano, definido por Bronfenbrenner (2002) como uma mudança duradoura na maneira pela qual uma pessoa percebe e lida com o seu ambiente.